sexta-feira, dezembro 22, 2006

Meu Presente de Natal


Era mais uma noite solitária e estranha.
Não havia guloseimas, peru ou picanha.
Muito menos um lindo coral de igreja.
Sim uma manjedoura sem nenhuma beleza.

Era mais uma noite escura em Israel.
Não havia duendes, anões ou Papai Noel.
Muito menos um grande e colorido berçário.
Sim uma manjedoura aonde cantava o galo.

Mas lá estava meu presente de Natal.
Humilde, pobre, enrolado na palha.
Lá estava meu presente de Natal.
As promessas de Deus nunca falham.

Era mais uma noite fria em Belém
Não havia parteiras, para tirar o bebê.
Muito menos enfermeiras ou obstetras.
Sim uma manjedoura simples e discreta.

Mas lá estava meu presente de Natal.
Humilde, pobre filho de uma Maria.
Lá estava meu presente de Natal.
As promessas de Deus foram cumpridas.

Era mais uma tarde no monte Gólgota
Não havia flores e nem um cortejo.
Muito menos amigos ou irmãos por perto.
Sim uma rude grande e pesada cruz.

Lá meu presente de Natal foi aberto...

1 Comments:

Anonymous Rosinha! said...

Mto lindo Fabinho!
Parabéns!E mto obrigado Deus, pelo presente!
Bjo e saudades!


Rose!

8:36 PM  

Postar um comentário

<< Home