segunda-feira, junho 26, 2006

Carrossel



Um dia você esta em cima, outro embaixo.
Sua vida é como um carrossel.
Uma hora no inferno outra no céu.
Quando cai promete começar do zero.
Á Deus faz juras de amor eterno.
Diz que quer aproveitar a vida.
Mas se encontra em um beco sem saída.

Como um Carrossel sua vida sobe e desce.
Um dia embaixo outro em cima.
Quem poderá te salvar?

Um dia é só tristeza outro alegria
O seu travesseiro está molhado cheio de lagrimas.
No seu corpo traz varias marcas.
Marcas que não deixam você esquecer que errou.
Antes de cair, alguém do perigo te alertou.
Você sabe que sua vida não vai bem.
Os amigos vão e vem, conforme o que você tem.

Como um Carrossel sua vida sobe e desce.
Um dia embaixo outro em cima.
Quem poderá te ajudar?

Um dia, muitos amigos, solidão no outro dia.
Sua vida é inconstante, uma doce-amarga sinfonia.
Não para de dar voltas em torno de si mesmo.
Descendo e subindo, Subindo e Descendo.
A sua vida sobe e desce como um carrossel.
Um dia juiz outro réu.
Você ainda quer morar no céu?

Como um Carrossel sua vida sobe e desce.
Um dia embaixo outro em cima.
Aonde você vai parar?

Na verdade você nunca se sentiu bem com isto.
Não tem forças para assumir um compromisso.
A sua vida continua, cheia de altos e baixos.
Mas há um que diz: confie em mim faça o que eu digo.
Ele desceu depois subiu para te tirar do carrossel.
Vai te livrar do seu inferno e o levará aos céus.

2 Comments:

Blogger *Laila* said...

fabinho
vc continua sendo o meu poeta preferido
sua suavidade no faz viajar num mundo onde dificilmente não podemos entrar...e mtas vezes em situações onde sem dúvidas nós estamos...

bjokes

1:34 PM  
Blogger Raphael Rap said...

Caramba, cara muito bom o poema.
A vida realmente é feita de altos e baixos, mas temos de confiar que não ficaremos nesse carrosel eternamente...

4:15 PM  

Postar um comentário

<< Home