quinta-feira, abril 03, 2008

Despertar amor sem compromisso


Dar esmola a um mendigo e depois tirar.
Retirar o band aid do ferimento e cutucar.
Ir a um santuário, logo depois se prostituir.
Levantar alguém e fazê-lo em seguida cair.

Acariciar e depois esbofetear com força.
Ferir alguém com os espinhos da rosa.
Ir a um santuário, logo depois se suicidar.
Levantar alguém e deixar se esborrachar.

Existe uma coisa que é pior que tudo isto.
É despertar amor, sem querer compromisso.
A maior covardia é fazer o amor acordar.
E irresponsavelmente não querer amar.

Beijar a boca e depois morder até sangrar.
Dar com uma mão e com a outra retirar.
Ir a um santuário, logo depois amaldiçoar.
Levantar alguém e fazer depois tropeçar.

Existe uma coisa que é pior que tudo isto.
É despertar amor, sem querer compromisso.
Brincar com os sentimentos de outro ser.
E irresponsavelmente não corresponder.

3 Comments:

Blogger darkest poet said...

não há nada pior do que brincar com os sentimentos de uma pessoa...

o poema é fantástico... =)

*keep going*

isabel

7:25 AM  
Blogger Krystal said...

Oi Fabinho, passei pra deixar um abraço.
Brincar com sentimentos é como um cisco no olho...

12:32 PM  
Blogger Zek said...

Nossa to aqui lendo mais alguns dos teus poemas, puxa que coisa linda !! foi inscrito com a alma...
Bonito mesmo!!!!!

3:49 PM  

Postar um comentário

<< Home